Odontologia

Quem coloca implante fica sem dente quanto tempo?

Implantes dentários são uma solução eficaz e duradoura para a reposição de dentes perdidos, oferecendo não apenas uma aparência natural, mas também a funcionalidade semelhante à dos dentes originais. 

Para muitas pessoas que consideram essa opção, uma das principais preocupações é o tempo que ficarão sem dentes. 

Neste artigo, exploraremos as etapas envolvidas no processo de colocação de implantes e quanto tempo você pode esperar ficar sem um dente visível.

Avaliação e planejamento

O primeiro passo no processo de implante dentário envolve uma avaliação detalhada realizada por um dentista especializado. 

Durante esta fase, o profissional irá examinar a saúde bucal do paciente e utilizar exames de imagem, como radiografias e tomografias, para avaliar a densidade óssea e planejar a colocação do implante. 

Este planejamento é crucial para determinar o tipo de implante mais adequado e prever o tempo necessário para a completa recuperação.

Cirurgia de implantação

A cirurgia para a colocação do implante é o próximo passo. 

Este procedimento geralmente é feito sob anestesia local, e o tempo de duração depende da complexidade do caso e do número de implantes a serem inseridos. 

Após a inserção do implante no osso maxilar, é comum que se faça uma espera de alguns meses para que ocorra a osseointegração, que é o processo de integração do implante ao osso.

Período de osseointegração

Durante a osseointegração, o paciente geralmente utiliza uma prótese temporária, o que significa que não ficará visivelmente sem dentes. 

Este período pode variar de três a seis meses, dependendo da resposta individual do organismo e da região do implante.

Implante de carga imediata e recuperação

Em alguns casos, é possível optar pelo implante carga imediata recuperação, uma técnica que permite a colocação de uma prótese provisória no mesmo dia da cirurgia do implante. 

Essa opção é ideal para pacientes que desejam minimizar o tempo sem um dente visível. 

No entanto, nem todos são candidatos a essa técnica, e a decisão deve ser tomada pelo dentista com base nas condições ósseas e de saúde geral do paciente.

Ajustes e cuidados posteriores

Após a osseointegração ser completada e o implante estar firmemente integrado ao osso, o passo final é a colocação da prótese permanente. 

Neste estágio, ajustes finais são realizados para garantir que a aparência e funcionalidade sejam o mais próximo possível dos dentes naturais. 

Além disso, o paciente receberá instruções sobre como cuidar dos implantes, incluindo higiene bucal adequada e visitas regulares ao dentista para check-ups.

Este processo mostra que, embora o paciente possa necessitar de próteses temporárias durante alguns períodos, as opções modernas como os implantes de carga imediata oferecem uma solução quase imediata para evitar a falta de dentes visíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =