Guindastes

Procedimentos para Manutenção de Guindastes: Conheça alguns pontos importantes

A manutenção de guindastes deve ser feita com muita atenção e seguindo critérios rigorosos para garantir que não haja nenhum contratempo.

Até porque, falhas nos guindastes, além de causar danos ao patrimônio, podem colocar a vida de pessoas em risco. Por isso, manter uma inspeção periódica é fundamental.

Veja, neste texto, alguns pontos que devem ser considerados. Continue lendo!

1. Inspeção diária

A inspeção diária é indispensável para o mantimento da segurança de todas as pessoas e do patrimônio onde o guindaste atuará.

Essa inspeção deve ser feita por um especialista nos componentes do guindaste, para que seja possível avaliar a quantidade de óleo presente no motor, por exemplo.

2. Análise dos cabos de aço

A análise dos cabos de aço também deve ser recorrente. Afinal, são eles que sustentam muito do peso que pode ser carregado pelo guindaste, logo, merecem uma atenção especial para que a segurança e, claro, a funcionalidade sejam mantidas.

3. Exame periódico de fadiga

Como os guindastes atuam carregando peso ao longo do dia, é importante que o exame periódico de fadiga também ocorra.

Esse exame permite que o técnico avalie o desgaste dos componentes que precisam suportar grandes quantidades de materiais pesados ao longo de sua atuação.

Logo, torna-se viável detectar possíveis danos que possam causar falhas e acidentes.

Quando fazer a manutenção preventiva?

Na realidade, não existe um único tempo ideal para a manutenção preventiva. Isso porque cada situação exige um gerenciamento de risco que seja único e calculado de acordo com a forma como o guindaste é usado.

Ou seja, um guindaste que é usado com uma frequência razoável deverá ter inspeções mais recorrentes do que um guindaste usado eventualmente.

O mesmo vale para a quantidade de carga: o peso carregado deverá entrar na conta do gerenciamento de risco.

Por conta desses fatores, o ideal é solicitar a análise de um especialista para que ele especifique o intervalo de tempo entre uma inspeção e outra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =