Saúde

5 Tipos de Implantes Dentários

Você sabia que existem vários tipos de implantes dentários e eles possibilitam tratamento de acordo com a necessidade do paciente? Eles estão se tornando cada vez mais populares para substituir dentes perdidos.

Os implantes além de oferecer ótimos resultados funcionais e estéticos, promovem uma ótima estabilidade para as próteses. Além disso, o tratamento é planejado para cada paciente, garantindo uma naturalidade maior para o sorriso.

Qual a importância do implante dentário?

Antes de mais nada é importante saber que os dentes têm uma função essencial nas arcadas dentárias e cada um deles tem uma função no processo da mastigação.

  • Mastigação apropriada;
  • Melhor digestão dos alimentos;
  • Absorção aprimorada dos nutrientes;
  • Saúde física fortalecida.

Para aqueles que possuem um plano dental empresarial é ainda mais fácil fazer o procedimento pois a perda de um gera impacto em todos os outros dentes, confira agora os tipos de implantes mais encontrados no mercado:

Implantes unitários com carga imediata são conhecidos como “dentes no mesmo dia”, são aqueles em que as coroas ou pontes são fixadas com a base em um parafuso de titânio sob o osso e geralmente em uma única sessão.

Enquanto os implantes 2×3 também são conhecidos como “ponte”, e que substitui três dentes perdidos em sequência.

A prótese overdenture substitui todos os dentes do paciente e fica presa por um sistema de encaixe em cerca de 2 implantes, que proporcionam maior estabilidade.

A prótese protocolo nada mais é do que uma solução mais moderna da “dentadura” que visa a reabilitação oral do paciente, funcionando como fixa, composta por 12 dentes presos em uma estrutura parafusada sobre 4 a 6 implantes.

O implante zigomático é uma técnica para reabilitação oral do paciente e que usa uma peça osseointegrável (o material se integra à estrutura bucal) com um comprimento maior que o dos implantes tradicionais. É feita no osso zigoma, que compõem a região do maxilar, e alcança a parte interna das maçãs do rosto.

O que é um implante dentário: Como funciona?

Implantes dentários são suportes ou estruturas de metal (normalmente de titânio) posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva para substituir as raízes dentárias que foram perdidas.

Muitas pessoas recorrem ao cirurgião-dentista quando possuem plano odontológico empresarial que nada mais é do que um convênio fechado pelos empregadores com uma determinada empresa odontológica, onde oferecem cobertura para serviços odontológicos aos trabalhadores como forma de benefício.

Dessa forma, um funcionário contratado pela empresa terá acesso a uma série de serviços odontológicos, de acordo com a cobertura do plano. Ter um benefício como um plano odontológico empresarial faz uma enorme diferença na qualidade de vida e na saúde dos funcionários. 

Um funcionário satisfeito traz para uma melhora no ânimo da equipe, pois pessoas saudáveis e felizes costumam trabalhar com mais disposição, muito mais enérgica e disposta a dar o seu melhor na empresa em que trabalha pois entende que é reconhecida e principalmente valorizada.

Desse modo, oferecer algo como o plano dental completo pode, inclusive, melhorar a produtividade da sua empresa, fazendo com que os funcionários trabalhem de forma mais eficiente.

Um plano odontológico empresarial é um benefício importante para oferecer em propostas de vagas de empregos e se torna mais atraente para os futuros colaboradores.

O que você precisa saber sobre implante e como escolher o melhor para você?

Em suma, é importante saber que a recuperação não é um processo fácil e rápido e que exige certos cuidados e acompanhamento, o prazo de reabilitação de um paciente está diretamente ligado a qual tipo de implante dentário foi realizado. 

Mas em geral, o período de repouso indicado pelo cirurgião dentista é de 48 horas, mas pode ser estendido em até 10 dias, tudo isso vai variar de acordo com a cicatrização e recuperação do próprio paciente, um bom plano dentário empresarial pode ajudar em muito tendo em média que implantes costumam variar entre mil e dois mil reais.

Como por exemplo nos enxertos ósseos, a osseointegração pode acontecer entre 3 e 6 semanas, dependendo da técnica que foi  utilizada.

Por outro lado, ainda é possível levar de 4 a 8 meses para o procedimento cicatrizar por completo e se integrar ao organismo.

Já em outros implantes costuma levar de 45 dias ou até 4 meses para atingir uma regeneração completa, além da osseointegração, a gengiva passa pelo processo de cicatrização que pode ser doloroso caso o paciente não tome os cuidados necessários. 

Investir em plano saúde dental é essencial, principalmente pois após o procedimento tenha um  acompanhamento pós-implante apropriado.
Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 − cinco =